Artrite Reumatoide e sua participação na formação de placas de ateroma na artéria carótida.

O artigo publicado no último mês no periódico Rheumatology teve como objetivo avaliar o papel do processo inflamatório na formação de placas de ateroma na artéria carótida de pacientes com artrite reumatoide (AR). O estudo demonstra que as interações entre os fatores de risco de doenças cardiovasculares (DCV) e marcadores inflamatórios na AR desempenham papel importante no desenvolvimento de aterosclerose.

Estudos anteriores demonstram que pacientes com AR possuem maior risco de desenvolver aterosclerose e outras doenças cardiovasculares (DCV). Além disso, a mortalidade relacionada a DCV é 50% maior em pacientes com AR quando comparada com a população em geral.

O estudo avaliou a presença de placas ateroscleróticas por ultrassom em 406 pacientes com AR e 209 indivíduos sádios do mesmo sexo e faixa etária.

Pacientes com AR apresentaram maior incidência de placas de ateroma na artéria carótida quando comparados aos voluntários sádios (74% vs. 26%, respectivamente). O aumento de placas de ateroma na artéria carótida de pacientes com AR foi mantido mesmo após ajustes por sexo, idade e número de fatores de risco para DCV.

O estudo indica que a AR é um fator de risco independente para o desenvolvimento de aterosclerose e possui interação sinérgica com outros fatores de risco para DCV para o desenvolvimento de placas ateroscleróticas.

Acesse o artigo completo: doi:10.1093/rheumatology/keu376
RHEUMATOLOGY – Inflammatory burden interacts with conventional cardiovascular risk factors for carotid plaque formation in rheumatoid arthritis. CH Im, NR Kim, JW Kang, JH Kim, JY Kang, GB Bae, EJ Nam and YM Kang.

Últimas Publicações