Discussão de Artigo Científico – 02/05/16

DIA: 02/05/2016 (segunda-feira)

LOCAL: Sala de Seminários II – Prédio Central – FMRP

HORÁRIO: 11:00 horas

Artigo

aqui

O receptor NR4A1 é expresso em células do sistema imune, incluindo linfócitos e células mielóides. Como fator de transcrição, NR4A1 é essencial na regulação da expressão de genes que controlam vias envolvidas no desenvolvimento e homeostase. No entanto, o papel do NR4A1 na inflamação relacionada ao stress permanecia em aberto. Shaked et al. demonstraram que a indução da EAE leva a um aumento na expressão de NR4A1 preferencialmente em macrófagos e, em menor grau, em microglia e granulócitos. O estudo fornece uma visão mecanicista de como o Sistema Autônomo Simpático e o sistema imunológico estão ligados no contexto da EAE. As novas descobertas sugerem que, na fase inicial da EAE, macrófagos derivados de monócitos aumentam a expressão da enzima tirosina hidroxilase, o que leva a um aumento da produção de noradrenalina. Consequentemente, a noradrenalina é capaz de re-estimular os macrófagos de um modo autócrino através de receptores adrenérgicos do tipo alpha1, que acaba por conduzir à produção de IL-6. Este feedback positivo pode ser o gatilho da produção de quimiocinas, o que amplifica a resposta inflamatória e leva ao maior recrutamento de linfócitos T no SNC. O trabalho, portanto, apresenta novas perspectivas que o NR4A1 está intimamente envolvido na regulação da função de macrófagos, já que a perda deste fator de transcrição promove uma resposta inflamatória exacerbada.