Discussão de Artigo Científico – 13/06/16

DIA: 13/06/2016 (segunda-feira)

LOCAL: Sala de Seminários II – Prédio Central – FMRP

HORÁRIO: 11:00 horas

Artigo

imagem

O Alzheimer consiste de uma doença neurodegenerativa, caracterizada pelo acúmulo de β-amiloide no sistema nervoso central, levando à morte dos neurônios. Sabe-se que células como monócitos, linfócitos e da micróglia estão envolvidas nos mecanismos desta doença, mas pouco se sabia acerca do papel dos neutrófilos nesta patologia. Zenaro e colaboradores demonstraram, em modelos murinos, que há infiltração de neutrófilos para o sistema nervoso central, e que estes estão contribuindo para um quadro pró-inflamatório através da produção de IL-17 e liberação de NETs. Foi demonstrado que esta migração ocorre pela expressão de moléculas de adesão no endotélio vascular no encéfalo e de LFA-1 nos neutrófilos, contribuindo para a entrada destas células no parênquima cerebral. Através de cultura de células, foi demonstrado que a expressão destas moléculas é induzida pelo antígeno β-amiloide. Com a depleção de neutrófilos ou o bloqueio de LFA-1, foi demonstrada uma melhora no score clínico dos animais, além de menor neurodegeneração. Em amostras obtidas de pacientes com Alzheimer, foram demonstrados resultados similares, no qual o neutrófilo está presente no sistema nervoso central, produzindo IL-17 e liberando NETs. Este paper foi o primeiro a demonstrar o envolvimento do neutrófilo na doença de Alzheimer, cuja migração está ocorrendo pela expressão de moléculas de expressão, como o LFA-1.