Discussão de Artigo Científico – 21/11

DIA: 21/11/2016 (segunda-feira)

LOCAL: Sala de seminários II – Prédio Central – FMRP

HORÁRIO: 11:00 horas

Artigo

Sarcoidose é uma doença granulomatosa multissistêmica de etiologia desconhecida que afeta primariamente os pulmões. Trabalhos prévios indicaram que a ativação de p38 possui papel fundamental na resposta inflamatória da sarcoidose. Portanto, os autores investigaram quinases upstream responsáveis pela ativação de p38 em macrófagos alveolares (MA) e PBMCs de indivíduos portadores de sarcoidose. Eles identificaram que a fosforilação sustentada de p38 em MA e PBMC está associada com a ativação de MAPK quinase 4, mas não da MAPK quinase 3/6. Adicionalmente, verificou-se que MA de sarcoidose exibem alta expressão de IRAK1, IRAK-M e do receptor que interage com a proteína 2 (Rip2). Surpreendentemente, o tratamento ex vivo de MA ou PBMC de indivíduos com sarcoidose, com o inibidor de IRAK1/4 levaram a um significante aumento da expressão do mRNA de IL-1β, ambos espontaneamente e em resposta ao ligante TLR2. Entretanto, a combinação dos inibidores de Rip2 e IRAK1/4 diminuíram a produção de IL-1β e IL-6 em PBMC e moderadamente em MA, ambos provenientes de portadores da doença. Essa combinação de inibidores levou a um decréscimo de IFN-γ e IL-6, e também da porcentagem de células CD4+CD25+ ativadas em PBMC. Os dados obtidos neste trabalho sugerem que em sarcoidose, ambas as vias, denominadas IRAK e Rip2, estão desreguladas. A modulação de alvos nas vias de Rip2 e IRAK provou ser um novo tratamento para a sarcoidose.