Bolsa de PD em Imunologia

Estamos procurando candidatos excepcionalmente motivados, inovadores e que possam trabalhar de maneira independente em um ambiente de colaboração em equipe. O foco do trabalho é o controle da resposta imune em doenças infecciosas. Os candidatos deverão ter conhecimento em imunologia, dominar técnicas de imunologia e, se possível, ter trabalhado com controle da resposta imune. Aqueles com experiência prévia em técnicas de imunologia e biologia celular serão priorizados. Os candidatos devem ter titulação de doutor.

Valor da bolsa: de acordo com tabela FAPESP. Favor enviar, até 1 de agosto de 2017, para Prof. João Santana Silva (jsdsilva@fmrp.usp.br), os seguintes documentos: curriculum vitae, carta expressando as razões de interesse na posição e nomes de dois pesquisadores para serem consultados para recomendação.

Para publicações veja clique aqui.

Resumo

As doenças inflamatórias constituem um grupo complexo e heterogêneo de doenças, sendo causa importante de morbidade e mortalidade. No presente projeto, pretendemos desenvolver investigação translacional na área de Doenças Inflamatórias. Além disto, a associação com químicos com formação em modelagem molecular e síntese de moléculas permitirá desenvolvimento de novos medicamentos para tratamento destas doenças. Nosso projeto é constituído de 03 subprojetos: 1) doenças inflamatórias infecciosas (leishmaniose, doença de Chagas, paracoccidioidomicose, tuberculose; sepse); 2) doenças inflamatórias autoimunes (artrite reumatoide, lúpus, psoríase, doenças inflamatórias intestinais e pênfigos) e alérgicas (asma); 3) aterosclerose. O desenvolvimento do projeto permitirá identificar novos alvos biológicos comuns para a maioria das doenças inflamatórias supracitadas. Para isso, serão realizados estudos comparativos dessas doenças, esperando que os dados obtidos e a integração da pesquisa básica e clínica contribua para a identificação de novos alvos terapêuticos comuns para as doenças estudadas. Especificamente pretendemos: 1) reconhecer novos mecanismos moleculares (genéticos, sinalizações intracelulares) e imunológicos (celulares) envolvidos no desencadeamento, manutenção e resistência destas doenças; 2) buscar possíveis biomarcadores de diagnóstico e prognóstico; 3) identificar novos alvos biológicos para o desenvolvimento de ferramentas (fármacos, anticorpos, imunobiológicos, etc) para o tratamento dessas doenças; 4) paralelamente aos modelos experimentais, serão realizados estudos com amostras de pacientes, os quais darão suporte aos dados obtidos nos modelos experimentais; 5) pretendemos realizar análises de genômica, proteômica em modelos experimentais e amostras de pacientes, os quais também fornecerão evidências significativas, complementando a busca por novos alvos terapêuticos. Estudos sobre polimorfismo genético em pacientes serão também realizados; e 6) desenvolver (via modelagem e síntese) novas moléculas visando o tratamento destas doenças. As moléculas sintetizadas serão testadas quanto á eficácia nos modelos experimentais e submetidas a testes de conceito em amostras obtidas de pacientes. Havendo potencial terapêutico, pretende-se registrar patentes, realizar ensaios de estabilidade, farmacocinéticos, toxicologia pré-clínica e ensaios clínicos que poderão ser realizados no HC-FMRP-USP. (AU)

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn