Discussão de Artigo Científico – 29/06

DIA: 29/06/2018 (sexta-feira)

LOCAL: Sala de Seminários II – Prédio Central – FMRP

HORÁRIO: 11:00 horas

INFORMAÇÕES ADICIONAIS: 

Palestrante – Camila Meirelles de Souza Silva – Doutoranda do Programa de pós-graduação em Farmacologia, Universidade Federal do Ceará – UFC

Rabdomiólise é uma síndrome caracterizada por uma lesão extensa na musculatura esquelética, lise de células musculares e liberação desses constituintes para a circulação sanguínea. Dentre esses constituintes está a mioglobina, um complexo proteína-heme, que em excesso causa lesão nos túbulos renais. A lesão renal aguda é uma das principais causas de morbidade e mortalidade em traumas musculares graves. Recentemente, macrófagos foram envolvidos na patogênese da lesão aguda renal induzida por rabdomiólise, contudo, os mecanismos pelos quais a rabdomiólise causa lesão aguda renal ainda não estão completamente esclarecidos. Um artigo publicado em 2018 por Okubo e colaboradores (Nature Medicine) demonstrou que plaquetas ativadas pelo componente heme do músculo necrótico induz a produção de redes extracelulares de macrófagos nos rins, e esse mecanismo contribui para o desenvolvimento da lesão renal aguda secundária a rabdomiólise. As redes extracelulares são uma malha de fibras de cromatina que contém DNA, histonas e enzimas. Essas redes podem contribuir para a defesa do organismo, mas também estão associadas à patogênese de várias doenças e condições inflamatórias. Nesse caso, as plaquetas ativadas pelo componente heme, liberadas das células musculares necróticas durante a rabdomiólise, se ligam a integrina Mac-1 e induzem o macrófago a liberar redes extracelulares de macrófagos através do aumento da produção de espécies reativas de oxigênio e da citrulinação de histonas, causando a lesão nos túbulos renais e consequente lesão aguda renal. Esse trabalho estabelece a relevância de redes extracelulares de macrófagos na doença e aponta para a formação dessas redes como um alvo terapêutico como prevenção da lesão aguda renal após necrose muscular.

Resenha Camila

Referência: Okubo, K. et al. Macrophage extracellular trap formation promoted by platelet activation is a key mediator of rhabdomyolysis-induced acute kidney injury. Nature Medicine 24, 232–238 (2018).

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn