Saúde coletiva e arborização são temas de debate on-line organizado pelo CRID

Evento é fruto de parceria entre o Crid, o IEA-RP, o Movimento Ribeirão -3°C e o Fórum de Inovações Urbanas de Ribeirão Preto

Áreas verdes são comprovadamente benéficas à saúde do ser humano – e isso já é um consenso na comunidade científica. Porém, nem sempre a conexão com a natureza é encontrada nos grandes agrupamentos urbanos e nos equipamentos de seu espaço público. Para discutir a importância de ambientes arborizados e de políticas públicas de saúde que os levem em consideração, será realizado no dia 21 de agosto, a partir das 14h, o painel Cidades verdes e saudáveis: um debate sobre arborização e saúde coletiva.

O evento será totalmente on-line, com transmissão pelo canal do Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto (IEA-RP) da USP no YouTube. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas neste link. Serão emitidos certificados de participação mediante avaliação disponibilizada durante o painel.

Entre os palestrantes estão o professor da Faculdade de Medicina (FM) da USP, Paulo Saldiva, a pesquisadora do Instituto Paulista de Cidades Criativas e Identidades Culturais, Marcela Petenusci, e o técnico da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Ribeirão Preto, Perci Guzzo. A mediação será do gestor de difusão científica do Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias (Crid), Flávio Martins, e da integrante do Movimento Ribeirão -3°C, Carla Roxo.

O painel é organizado por uma parceria entre o Crid, o IEA-RP, o Movimento Ribeirão -3°C e o Fórum de Inovações Urbanas de Ribeirão Preto, com apoio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Ribeirão Preto e do Instituto Paulista de Cidades Criativas e Identidades Culturais (IPCCIC).

Mais informações: crid@fmrp.usp.br.

Sobre os palestrantes

Paulo Saldiva é médico formado pela Faculdade de Medicina da USP, com doutorado em Patologia, pós-doutorado e livre-docência pela mesma instituição. É professor titular do Departamento de Patologia da FMUSP e concentra atividades de pesquisa nas áreas de Anatomia Patológica, Fisiopatologia Pulmonar, Doenças Respiratórias e Saúde Ambiental, Ecologia Aplicada, Cidades e Saúde Humana, Humanidades e Antropologia Médica. Foi diretor do IEA-USP entre 2016 e 2020.

Perci Guzzo é ecólogo e mestre em Geociências pela Unesp Rio Claro. É técnico de Nível Superior da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Ribeirão Preto, autor do livro Prefiro Onde o Verde Prevalece (Corixo Edições) e colunista do Jornal Tribuna Ribeirão, para o qual escreve sobre a questão ambiental.

Marcela Petenusci é graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Escola de Engenharia de São Carlos da USP, mestre em Engenharia Civil e Saneamento Ambiental pela Unicamp e doutora em Engenharia Ambiental pela EESC-USP. É docente em cursos de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário Moura Lacerda e da Unaerp. É também pesquisadora do IPCCIC.